quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

o último dia de 2008

Que, ao contrário do que todos pensamos, é apenas mais um dia, localizado entre o ontem e o amanhã, e em que a ingenuidade faz troça de nós e nos promete mudanças de destino, torna-se portanto, difícil aceitar que a jornada já possui destino final pré-definido, excepto talvez, para quem já escolheu viver de véspera numa sala de pânico.

Aparentemente, não conseguimos conceber que o prazer está no caminho e não na chegada. Que a cada guinada da noite, nasce sempre um novo dia pleno de possibilidades, de caminhos e apeadeiros.

No destino, aí, que ninguém se preocupe, pois todos nós teremos direito a sete palmos de terra e a um invólucro de madeira que servirá de pitéu aos vermes. Nesse dia, então é que nenhum de nós terá a possíbilidade de escolher entre cheirar a estrebaria ou a channel nº5.

5 comentários:

maria_arvore disse...

:)

Apesar de geralmente usarmos o último dia do ano como válvula de escape, concordo mais com a visão tântrica do teu 2º parágrafo.:)

E quanto ao destino que nos une todos, só espero que o meu cheire a esturro. Para até aí me sentir uma febra na brasa. ;)

Assim sendo, desejo-te um caminho longo. :)

Johnnyzito disse...

Como fazer para me tornar membro da APABLVT?
Feliz Ano Novo!
Um abraço
João Gonçalves

dp disse...

Maria,
Tu até quando fores velhinha e na tua hora de esticares o pernil serás uma brasa miúda.
Beijinhos grandes e um excelente 2009.

dp disse...

Johnnyzito,
Para te fazeres membro da APABLVT, terás de me mandar uma fotografia tipo passe e uma nota de 100 euros. Se te esqueceres da fotografia não há problema, mas por favor não te esqueças do graveto.
Abraço, obrigado e um excelente ano de 2009 para ti também.

Johnnyzito disse...

Vai lá vai… 100 euros! Agora que descobri o 1143, que já consta, aliás, da lista de referências do Sempre a Produzir, fico-me pela leitura assídua. Pode ser que consiga um desconto ou uma menção de membro honorário.
Um Bom Ano de 2009!