segunda-feira, 1 de setembro de 2008

stultorum infinitus est numerus

"…o desafio que lancei ao novo presidente é ele lançar parcerias e contratos com os privados em que a autoridade florestal nacional faz o plano de gestão florestal, controla a execução para que haja uma gestão sustentável dessas florestas que são públicas, e continuarão a ser públicas, mas geridas numa lógica empresarial pura, que vise o lucro", afirmou o ministro jaime silva.

o problema é meu que sou tolo e não percebo o que é que falta nesta equação.....se o estado elabora e controla o plano de gestão, não tem um merceeiro que saiba de aritmética para o gerir ??!!

salomão devia tar a pensar neste gajo, só pode !

1 comentário:

maria_arvore disse...

O problema é que o merceeiro não financia a campanha do próximo ano. Tem de se tirar lucro da gestão pública, não é?... ;)